De azul, Palmeiras desencanta com Muricy e supera o Inter por 2 a 1

Fonte: UOL Esporte

A camisa azul mudou os ares do Parque Antarctica. Na estreia do novo uniforme, o Palmeiras afastou o prenúncio de crise e confirmou sua recuperação no Campeonato Brasileiro com grande estilo. Aguerrido, o time alviverde superou o Internacional por 2 a 1 e assegurou a liderança do Nacional em sua melhor atuação sob o comando de Muricy Ramalho.

“Tivemos muita personalidade. O momento não vinha nos ajudando porque estávamos sem vencer há um bom tempo. Foi muito importante e temos que comemorar. Toda nossa raça valeu a pena”, celebrou o meia Diego Souza, destaque do jogo.

O triunfo em casa deixou o Palmeiras com 40 pontos, quatro a mais que o segundo colocado São Paulo, que volta a campo neste domingo contra o Atlético-PR. Desta maneira, o time alviverde vai para o clássico contra o rival na semana que vem ainda em primeiro lugar.

A vitória contra um adversário direto pelo título também serviu para renovar o clima no clube alviverde. O Palmeiras já somava quatro partidas sem um resultado positivo (três empates e uma derrota) e precisava evoluir. A reação veio justamente no primeiro jogo da equipe com a camisa azul, lançada para homenagear o passado do clube como Palestra Itália.

O Internacional, por sua vez, não conseguiu se recuperar da derrota no meio de semana para o Corinthians e manteve os 33 pontos. Agora, a equipe de Tite fica com a posição no G-4 ameaçada até o término da rodada neste fim de semana.

“Tomamos um gol muito cedo no segundo tempo. Tentamos sair, mas não ficamos abalados. Perdemos para o líder. Eles jogaram bem e mereceram”, afirmou o meia Giuliano, autor de um belo gol no fim do confronto.

Quando a partida começou, o Palmeiras tentou pressionar a saída de bola adversária e impôs um ritmo rápido pelo meio. Já o Inter se aproveitou dos erros de passes dos mandantes e apostou nos contra-ataques para igualar ações ofensivas.

Aos poucos, o time gaúcho passou a avançar com mais intensidade pelo lado esquerdo. Mas o Palmeiras também teve liberdade criou mais oportunidades com avanços dos volantes. Até que aos 39min, o time de casa se aproveitou de uma boa jogada individual de Diego Souza para conseguir o pênalti. Obina converteu e deixou a equipe na frente.

“Precisamos jogar mais na frente, é isso o que falta. Temos que ficar mais ofensivos”, comentou Taison. “Já estava precisando desse gol, e ele veio. O Inter ficou muito fechado, mas agora terá que sair. Vamos procurar esses espaços”, destacou Obina, que não marcava desde o clássico contra o Corinthians há quase um mês.

Na etapa final, os anfitriões precisaram de apenas dois minutos para voltar a marcar. Após nova jogada do camisa 7, Ortigoza completou para o gol e fez o segundo. Logo em seguida, o clube gaúcho iniciou forte pressão no ataque, baseada principalmente em lances de bola parada e criou uma série de jogadas perigosas à meta de Marcos.

Acuado, o Palmeiras teve dificuldades para conter os avanços colorados. Ao mesmo tempo, ensaiou bons contra-ataques e também criou chances para fazer o terceiro gol. Aos 41min, o Inter ainda descontou com um golaço de Giulano, mas não foi o suficiente para evitar o revés.

As duas equipes terão uma semana de folga antes de voltar a campo pela 22ª rodada do Brasileirão. O Palmeiras se prepara para o clássico do próximo domingo diante do São Paulo, no Morumbi, enquanto o Internacional recebe o Goiás no mesmo dia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: