Quase 70% dos gols verdes no Brasileiro passam pelo ‘maestro’ Cleiton Xavier

Fonte: Globoesporte.com

Qual o jogador mais decisivo do Palmeiras no Brasileirão até agora? Quem respondeu Diego Souza, responsável por lances de pura habilidade, ou Obina, artilheiro do time na competição, errou. Cleiton Xavier participou direta ou indiretamente de 23 dos 33 gols alviverdes, ou seja, 69,7% das bolas que terminaram na rede dos adversários passaram pelos seus pés, mais de dois terços dos lances. Não por acaso, ele é o líder das assistências no campeonato com 12 passes decisivos. Ao saber desses números, o atleta palmeirense não escondeu a sua satisfação.

– Fico muito feliz, pois tudo isso é fruto de esforço e muita dedicação. Cheguei ao Palmeiras para fazer o meu melhor e ainda quero escrever meu nome na história do clube – disse.

O técnico Muricy Ramalho também não poupou elogios ao comandado e lembrou até que foi ele próprio que apostou em Cleiton Xavier quando andava pelos lados do Beira-Rio. O treinador ainda colocou no meia a responsabilidade de “termômetro” da equipe, admitindo que o time sentiu a falta de ritmo do seu principal armador e, por isso, acabou empatando sem gols contra o São Paulo.

– O Cleiton é diferenciado. Fui eu que o lancei no Internacional em 2005. Ele tem dinâmica de jogo e pode atuar em várias posições. No domingo passado, o time sentiu um pouco porque ele ficou a semana toda sem treinar. Normalmente, ele tem facilidade do passe e um chute muito bom – afirmou Muricy.

Entre os números de Cleiton Xavier, o mais negativo é o de 102 passes errados, mas, para quem dá tantas assistências, esse quesito é bastante compreensível. Só erra, quem arrisca. Por outro lado, o meia jogou todas as 22 partidas do Brasileirão, finalizou a gol 41 vezes, acertando a trave em três oportunidades, e roubou 26 bolas. Ele ainda sofreu 33 faltas e cometeu outras 34, recebendo apenas dois cartões amarelos.

O meia também não esqueceu da ajuda dos companheiros, pois a boa colocação em campo permite passes mais certeiros.

– Não conseguiria esse reconhecimento sem a ajuda dos meus companheiros, já que temos bons atacantes, que se movimentam muito bem para que eu possa encontrá-los e deixá-los em condições de fazer gols, e defensores seguros e experientes.

Dos parceiros de time de Cleiton Xavier, o segundo que mais se envolve nos lances de gol é Diego Souza com 42,4% (14 participações e 4 gols), seguido de perto por Obina com 39,3% (13 participações e 9 gols). Outros que merecem destaque são os atacantes Ortigoza que, além dos quatro que marcou, foi importante em seis lances (18% do total), e Keirrison, que marcou cinco vezes antes de ir para o Benfica, de Portugal (15%). O lateral Wendel participou de quatro jogadas decisivas, contando o seu gol na vitória sobre o Náutico por 4 a 1.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: