Com elenco inchado, Palmeiras vê leva de reforços no ostracismo

Fonte: UOL Esporte

O elenco do Palmeiras conta com 32 jogadores. A maioria é formada por peças conhecidas da torcida, mesmo que não sejam utilizadas com frequência. Outros atletas, no entanto, ainda são uma incógnita para boa parte dos aficionados. Mesmo com apresentações cheias de alarde, alguns dos reforços alviverdes na temporada seguem “encostados” e com falta de sequência em campo.

O lateral-direito Figueroa é o maior exemplo. Durante a disputa da Copa Libertadores, o Palmeiras escondeu o nome do chileno ex-Colo-Colo o máximo que pôde e depois causou grande impacto ao apresentá-lo oficialmente.

Comparado ao paraguaio Arce, o ala chegou ao Parque Antarctica no dia 26 de junho como a solução para a lateral-direita alviverde. Mas 78 dias depois o atleta sequer estreou no Palmeiras. Livre para atuar desde o 1º de agosto, Figueroa quase não é relacionado por Muricy Ramalho e ainda luta para recuperar a melhor forma. Seu contrato vai até julho de 2010.

“Minha intenção é estar pronto para o duelo contra o Sport [do dia 1º de agosto]. Sou um jogador que se apoia muito na forma física e sei que esperam muito de mim”, afirmou o lateral no dia de sua apresentação. Depois disso, ele retornou ao Chile para se casar e ainda sofreu com dores no joelho que atrasaram seu retorno aos gramados.

A lateral direita do Palmeiras conta com outro jogador em situação semelhante. Contratado em maio deste ano, Henrique chegou ao clube pressionado para corresponder na posição e pronto para brigar pela titularidade.

Mas apesar dos três meses na equipe, o atleta de 23 anos entrou em campo apenas uma vez (contra o Vitória no dia 7 de junho) e ainda foi substituído pelo volante Souza. Assim como Figueroa, Henrique limita-se aos treinos diários na Academia de Futebol e a ver Wendel manter a boa fase na posição.

O atacante Robert também foi anunciado com expectativa pela diretoria. O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo fez grande mistério em torno do seu nome, e o atacante chegou badalado pelo sucesso no futebol mexicano. Mas após um mês atuou somente duas vezes e não é sequer a primeira opção de Muricy Ramalho entre os atacantes reservas.

“Não vim para ser mais um. Chego com a responsabilidade de ser titular. O Palmeiras está vivendo um ótimo momento e terei que trabalhar pela vaga, mas confio no meu potencial. Não vim apenas de passagem, quero ficar muito tempo no clube”, comentou o jogador em sua apresentação.

O elenco do Palmeiras ainda conta com outros reforços que chegaram a ser aproveitados com frequência, mas voltaram ao ostracismo por lesões e pela concorrência na posição, como os atacantes Willians e Marquinhos, destaques do Vitória na temporada passada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: