Barrado por R$ 400 mil, atacante alviverde celebra: ‘Deixei de ser o Obina do Fla’

Fonte: Globoesporte.com

As comparações com o camaronês Eto’o ficaram para trás. A praia da Barra da Tijuca também. Mas Obina está feliz desfilando pelas marginais paulistanas. Ainda no Flamengo, revelou que precisava de novos ares para deixar de ser conhecido como jogador de um clube só. Conseguiu.

São 22 jogos, nove gols e o respeito dos palmeirenses. Domingo, às 16h (horário de Brasília), no encontro entre o atual e o ex, ficará fora por causa de uma cláusula contratual. Pretende comparecer ao Palestra Itália para rever os amigos rubro-negros, mas, sobretudo, torcer por uma vitória do Palmeiras.

O contrato termina no fim deste ano e os paulistas terão de pagar R$ 4 milhões se quiserem comprá-lo.

GLOBOESPORTE.COM: Antes de acertar com o Palmeiras, durante o jejum de 17 jogos sem fazer gol no Flamengo, você falou que precisava mudar de ares. A troca foi positiva?

Obina: Deixei de ser conhecido apenas o Obina do Flamengo. Passou e eu buscava isso. Mas ainda quero melhorar para terminar o ano campeão brasileiro.

O Flamengo aceitou reduzir a cláusula que o impede de jogar de R$ 1 milhão para R$ 400 mil. Se pudesse opinar, sugeriria que pagassem o valor ou que guardassem para comprá-lo no fim do ano?
Se eu tivesse certeza que faria gol, investiria no jogo. Seria importantíssimo marcar porque deixaria o Palmeiras perto do título.


Mas um gol no Flamengo teria significado especial? Há alguma mágoa?

Não. Respeito o Flamengo e tenho consciência de tudo o que fizeram por mim. Se fizesse gol não comemoraria justamente por essa gratidão.

Depois de um início com muitos gols, agora novamente um pequeno jejum aparece e você não marca desde o fim de agosto. Por quê?

É normal. Quando comecei a aparecer bastante a marcação ficou mais forte. Daqui a pouco passa. Basta a bola voltar a chegar até a mim.

E o interesse do Milan, divulgado pela imprensa italiana?

Eu vi, mas é uma coisa que foi só especulada. A mim não chegou nada. Não sei como está evoluindo.

Em 2010, o Obina vestirá verde ou rubro-negro?

Difícil falar. Quando vim para cá sabia que tinha contrato com o Flamengo. Vou sempre respeitar isso. Vim tentando buscar meu espaço. Hoje não posso responder sobre isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: