Clima hostil faz Palmeiras temer problemas com reforços para 2010

Fonte: UOL Esporte

O clima de guerra envolvendo o Palmeiras e parte da torcida ainda rende muitos problemas ao clube. De olho no planejamento para 2010, a diretoria alviverde já mostra preocupação com os obstáculos que terá na contratação de reforços e na maneira que as agressões ao elenco poderão influenciar a transferência de novos atletas para o ano que vem.

“Esses problemas com a torcida podem atrapalhar muito nossa vida. Tenho certeza que podem aparecer alguns jogadores que vão preferir não vir ao Palmeiras por conta das ações desses marginais. Toda a responsabilidade é deles, esses imbecis”, esbravejou o vice-presidente de futebol, Gilberto Cipullo, ao UOL Esporte.

As seguidas ameaças da torcida contra atletas do Palmeiras fizeram a diretoria cogitar até mesmo a contratação de seguranças particulares para acompanhar cada jogador fora do expediente no clube.

De acordo com o dirigente, a tensão criada pelos problemas não poderia acontecer em pior momento, tanto pela decisão do Brasileiro como pela procura por reforços. “A maioria da torcida nos apoiou de maneira maravilhosa, mas alguns membros dessa facção complicaram tudo”, completou Cipullo, em menção à Mancha Alviverde.

Segundo o dirigente do Palmeiras, os diretores devem se reunir no fim da próxima semana para traçar todo o planejamento para o ano que vem. O clube irá estipular as metas para 2010 e finalizar a lista de contratações e reforços com a comissão técnica.

Vale lembrar que o Palmeiras definirá seu futuro neste fim de semana, quando enfrentar o Botafogo, no Engenhão, pela última rodada do Brasileiro. A equipe alviverde pode vencer o Nacional ou até ficar fora da Libertadores. “Depois do jogo de domingo, ainda teremos a festa do Brasileiro e outras coisas do tipo o que nos fez adiar essa reunião”, explicou Cipullo.

Outro que admite preocupação com o planejamento do Palmeiras para 2010 é o meia Diego Souza. O camisa 7 mostrou indignação com a agressão a Vagner Love e à emboscada ao ônibus alviverde e ressaltou que o clima de tensão pode causar novos transtornos ao time no ano que vem.

“De repente, o jogador pode se recusar a vestir a camisa do Palmeiras só por causa dessa situação. Mesmo se o jogador tiver muita vontade de defender o clube, como a maioria tem, pode não se transferir para cá por conta desses problemas e isso atrapalha a equipe”, opinou o meia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: