Palmeiras é derrotado no Rio de Janeiro e termina em 5º

Fonte: Site Oficial

Em jogo válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2009, o Palmeiras foi derrotado pelo Botafogo por 2 x 1 na tarde deste domingo (06), no Rio de Janeiro, e terminou o certame na 5ª colocação, ficando de fora da zona de classificação para a Copa Libertadores da América. Os gols foram marcados por Wellington e Jobson, para o Botafogo, e Robert, para o Verdão. Todos os tentos foram anotados no segundo tempo.

Muricy Ramalho, que teve todo o elenco à disposição pela primeira vez desde que assumiu a equipe, escalou o Verdão com força máxima: Marcos no gol, Figueroa e Armero nas laterais e a dupla Danilo e Maurício Ramos na zaga. No meio campo, Pierre e Edmilson entraram como volantes e a criação ficou por conta de Cleiton Xavier e Deyvid Sacconi. No ataque, Diego Souza e Vagner Love saíram jogando.

O Botafogo começou em cima e logo conseguiu cavar uma falta na lateral da grande área palmeirense. Na cobrança, a bola foi cabeceada pra fora. O Verdão respondeu em seguida, em bela jogada de Deyvid Sacconi, que foi derrubado. Figueroa bateu bem e Diego Souza cabeceou livre, mas desequilibrado. A bola acabou saindo, no primeiro lance de perigo do Alviverde.

O Palmeiras buscava o jogo pela direita, com investidas do chileno Figueroa e de Deyvid Sacconi, e pressionava o Botafogo. Aos 6 min, o camisa 26 colocou fogo no jogo, batendo de fora da área para boa defesa do goleiro Jefferson. No lance seguinte, Diego Souza fez boa jogada individual e foi derrubado na intermediária. O próprio camisa 7 bateu na barreira. Figueroa seguia achando espaços pela lateral, e seus cruzamentos levavam muito perigo.

Só dava Verdão. Aos 10 min, Cleiton Xavier fez linda tabela com Vagner Love e foi derrubado com violência na entrada da área. O camisa 10 cobrou com muito efeito, porém a bola saiu por cima da meta. O Botafogo tentou responder aos 12 min, com um chute sem direção do atacante Jobson. A equipe carioca, tentando equilibrar o jogo e frear o ímpeto ofensivo do Alviverde, passou a procurar os cruzamentos na área, mas a zaga do Verdão mostrava-se segura.

Aos 14 min, Cleiton Xavier tentou surpreender Jefferson com um chute colocado de fora da área, mas a bola saiu. Os jogadores do Palmeiras buscavam tabelas para penetrar na área dos cariocas, mas eram parados com faltas. Numa delas, aos 18 min, Diego Souza chutou, a barreira deu rebote e na nova batida a bola saiu por muito pouco. Nos ataques do Botafogo, a defesa Alviverde demonstrava competência nos desarmes.

Com 24 min, o Botafogo chegou bem, em chute de Renato de fora da área. E o nível do jogo caiu, com os dois times errando diversos passes no meio de campo. Um novo lance de perigo só voltou a acontecer aos 33 min, quando o volante botafoguense Leandro Guerreiro soltou uma bomba da intermediária. Marcos agarrou firme no meio do gol. A equipe carioca ainda chegou novamente com muito perigo aos 37 min. Lucio Flávio, livre na pequena área, cabeceou e a bola saiu por muito pouco, na melhor chance dos alvinegros na partida.

O Verdão tentava sair da pressão. Aos 39 min, Pablo Armero puxou a jogada para o meio e bateu rasteiro. Jefferson espalmou para escanteio. Mas o Botafogo tentava um gol ainda no primeiro tempo, para se livrar do rebaixamento. Aos 40 min, Lucio Flavio cobrou falta na entrada da área e mandou na barreira Alviverde.

O Palmeiras ainda atacou algumas vezes pelos flancos, explorando os laterais Pablo Armero e Figueroa. Mas o primeito tempo só terminou sem gols porque o goleiro Marcos fez grande defesa em chegada do atacante Reinaldo, após desatenção da defesa. Com apenas um minuto de acréscimo, a etapa inicial ficou mesmo no 0 x 0.

Para a etapa complementar, o Verdão voltou com uma alteração: o volante Sandro Silva entrou na vaga de Deyvid Sacconi. O começou logo na pressão. Em boa jogada de Cleiton Xavier, o Alviverde quase conseguiu boa finalização com Vagner Love. A bola acabou desviada para escanteio. O camisa 10 tentou de novo aos 4 min, em chute da entrada da área, mas a bola saiu por cima do gol defendido por Jefferson.

Aos 11 min, castigo para o Verdão: após cruzamento na área, o zagueiro Wellington cabeceou firme, sem chances para Marcos. Botafogo 1 x 0 Palmeiras. Como resposta, Muricy Ramalho tirou o volante Edmilson e lançou o atacante Robert. Mas a mudança não surtiu efeito, e o Botafogo acabou ampliando aos 20 min, com Jóbson. Botafogo 2 x 0 Palmeiras. Nova substituição no Alviverde: Wendel entrou no lugar de Pablo Armero, aos 26 min.

O time carioca aproveitou a vantagem e se trancou no campo de defesa, garantindo o resultado que o livrou do rebaixamento. O Verdão, na base da insistência, ainda diminuiu nos descontos, com Robert, mas já era tarde para reagir. Final de jogo: Botafogo 2 x 1 Palmeiras.

Os jogadores do Palmeiras entram em férias e se reapresentam em janeiro, para iniciar a pré-temporada. Pelo Campeonato Paulista, o Verdão faz sua estreia no dia 17/01, contra o Mogi Mirim, no Palestra Itália.

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    Irineu Curtulo - Araras - SP said,

    O futebol está a cara do Brasil, e o Brasil está a cara do futebol. Corrupção (CBF e Governos Municipais, Estaduais e Federal, Traficantes, Contrabandistas, etc), poder (diretorias dos clubes, políticos), Aproveitadores (jogadores e comissão técnica, “laranjas”), manipuladores (Mídia futebolística,mídia sócio-econômica, e mídia política). Enfim, eu estou de saco-cheio (sei lá se com hífen ou não) do Brasil.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: